• Publicado em: 01/02/2019
  • Por: superadmin
  • Na categoria:
    Dicas

  • Dicas para melhorar os problemas de circulação nas pernas.


1. Combata o estilo de vida sedentário

O primeiro passo, e também o mais lógico, para melhorar a circulação nas pernas consiste em colocá-las em movimento. Infelizmente, cada vez mais pessoas vivem de forma muito sedentária. Podem passar longas horas sentadas e sem se mexer, o que é muito perigoso para a saúde.

Devemos nos propor a não passar mais de uma hora sentados. Podemos inclusive pôr um alarme para não nos esquecermos. Será o suficiente, por exemplo, levantar e fazer algum alongamento ou aproveitar para conferir alguma mensagem, beber água, ir ao banho, etc.

2. Caminhe, pule, suba e desça

Sempre que possível devemos optar por nos mover. Assim, as escadas rolantes, os elevadores e as cadeiras devem parar de substituir as escadas, caminhadas, pular, etc.

Além de praticar esportes duas ou três vezes por semana, é importante permanecer ativo durante o dia. Da mesma forma que as crianças, que estão sentadas e de súbito estão correndo, nós também devemos nos movimentar.

3. Coma alimentos vermelhos

Os alimentos têm propriedades diferentes para a saúde de acordo com a sua cor. Alimentos vermelhos, por exemplo, melhoram a circulação sanguínea, previnem as doenças cardiovasculares, são antioxidantes e cuidam do trato urinário.

Portanto, devemos comer alimentos desta tonalidade todos os dias, que são ricos em licopeno e antocianinas:

  • Frutas vermelhas
  • Tomate
  • Melancia
  • Cereja
  • Uva vermelha
  • Pimentão vermelho
  • Rabanete
  • Maçã vermelha

 

4. Use os sapatos certos

Em muitos casos, os problemas de circulação nas pernas aparecem devido a calçados inadequados. Eles podem ser sapatos de salto alto, muito estreitos, muito curtos… O calçado é o suporte do pé, e este é à base do peso do nosso corpo. Para melhorar a circulação, deve ser o mais adequado.

De vez em quando deveríamos nos descalçar e desfrutar dos benefícios de caminhar sem sapatos pela areia da praia, terra ou grama. Isso supõe um alívio para as nossas pernas ao mesmo tempo em que nos descarrega da contaminação eletromagnética.

5. Relaxe quando chegar em casa.

Finalmente, ao chegar em casa podemos tomar um banho com água fria, ou pelo menos jogar água nas pernas. Também podemos aplicar algum óleo ou creme com ingredientes que melhoram a circulação: cipreste, alecrim, canela, hamamélis, castanha da índia, etc.

Antes de deitarmos podemos pôr as pernas por algum tempo para o alto, por exemplo, perpendiculares à parede.

Além disso, também podemos dormir com as pernas levemente elevadas, com a ajuda de uma almofada. Na verdade, existem almofadas específicas para esse propósito que proporcionam grande alívio e nos ajudam a levantar as pernas de forma correta.


Fonte:

Melhor com saúde