• Publicado em: 09/01/2020
  • Por: superadmin
  • Na categoria:
    Dicas
    Saúde

  • 8 vegetais ricos em proteínas para você incrementar nas receitas


Há diferentes alimentos de origem vegetal que são ricos em proteínas e adequados para o consumo de quem busca uma dieta saudável e um estilo de vida melhor. Esses alimentos são repletos de nutrientes que o corpo precisa para funcionar bem, ter disposição e saúde. Eles ainda têm o benefício de poder ser consumido sem preocupações, diferente das carnes que possuem gorduras saturadas e, se consumidas em excesso, podem trazer riscos à saúde. Que tal conhecer os principais alimentos ricos em proteínas vegetais? Confira!

1. Soja

Esse é um legume muito importante para a dieta de qualquer pessoa, graças a sua grande quantidade de proteínas. Ou seja, você pode manter seu corpo nutrido sem precisar consumir alimentos de origem animal. A soja também é uma grande aliada no combate ao colesterol, além de suas propriedades que suavizam os efeitos da menopausa.

2. Grão-de-bico

Saboroso e de fácil preparo, o grão-de-bico é um dos alimentos vegetais mais versáteis, com bons níveis de proteínas e fibras os quais aparecem em muitas opções de alimentos. Essas características fazem com que esse vegetal seja indispensável em uma alimentação equilibrada e cuidadosa.

3. Tofu

Apesar da aparência e textura próximas ao queijo branco, o tofu é um alimento saudável e de origem vegetal, já que é um derivado da soja. O valor nutricional do tofu é muito interessante: a cada 100 gramas, 10 são de pura proteína, tudo isso com baixas calorias. Ele também é de grande ajuda à saúde da mulher, pois ajuda a regular os hormônios na menopausa e reduz as chances de câncer de mama, graças aos seus fitoestrógenos.

4. Quinoa

Poucos sabem o poder da quinoa, mas é possível afirmar que ela é um dos alimentos de origem vegetal mais nutritivos e importantes. Esse grão possui um alto nível de aminoácidos e você pode adicionar a quinoa em qualquer tipo de prato, como sopas, no arroz e na salada.

5. Lentilha

Muito conhecida na cozinha brasileira, a lentilha traz, além da sorte que se busca em toda virada de ano, bons níveis de proteína, necessários para o organismo, fibras e minerais. Ela é um ótimo alimento para quem tem dificuldades de se sentir saciado, sendo fundamental nos dias mais frios, em que o corpo trabalha em um ritmo mais acelerado, aumentando a sensação de fome.

6. Espinafre

Vegetal verde, o espinafre é uma ótima fonte de aminoácidos, além de ter boa quantidade de proteína por grama (a cada 100, 7 g são de proteína). Ele também é rico em ferro, cálcio e fósforo, sendo um vegetal importante e muito fácil de ser consumido.

7. Ervilhas

Uma xícara de chá de ervilha tem 8 g de proteínas, o que faz dela um dos melhores alimentos de origem vegetal. Além de suas propriedades, a ervilha também é muito saborosa, podendo ser adicionada facilmente em saladas ou podendo também figurar em sopas, tão tradicionais no Brasil.

8. Castanha de caju

A cada 100 gramas da castanha de caju, 15 são de proteínas. Essa semente é muito saborosa e é uma tradição na culinária brasileira. Ela ajuda a fortalecer o sistema imunológico, regula as taxas de colesterol e contém gorduras que são muito saudáveis ao organismo. Você pode comer a castanha de caju nos lanches da tarde, do meio da manhã e na ceia, antes de se deitar. Por ser em pequenas porções, a castanha de caju é uma opção ideal para esses momentos intermediários.

 

Requeijão de castanha de caju

 

Você vai precisar de…

Castanha de caju crua e sem sal – 1 xícara (140 g) – ver nota
Água – 1 1/2 xícara (375 ml) + água da demolha
Polvilho azedo – 1 1/2 colher de sopa
Vinagre de maçã – 1 colher de sopa (15 ml)
Levedura de cerveja – 2 colheres de chá
Sal – 1 colher de chá (5 g)

Atenção, antes de fazer é necessário um pré-preparo…
Coloque as castanhas em um recipiente e adicione 2 xícaras de água (500 ml). Deixe de molho por cerca de 4 a 8 horas. Este processo é importante para tirar os fitatos da castanha, um antinutriente. Além disso, elas vão ficar mais macias e fáceis de triturar com a demolha.

Como fazer…
1- Escorra as castanhas e descarte a água. Lave bem em água corrente.
2- Coloque no liquidificador com os demais ingredientes e bata em velocidade máxima até obter uma mistura lisa e homogênea, sem nenhum pedacinho de castanha.
3- Transfira para uma panela e leve ao fogo médio. Mexa sem parar até começar a ferver e engrossar. Se formar grumos, bata a mistura vigorosamente com um batedor de arame ou passe por uma peneira até ficar lisa.
4- Reserve até amornar.
5- Transfira para um recipiente com tampa e guarde na geladeira. Dura cerca de 6 dias. Depois de resfriado a consistência fica mais espessa.

Rendimento: 2 xícaras

Nota: As castanhas de caju não devem ser substituídas pelas torradas, fritas ou salgadas. Elas precisam ser cruas, que na verdade são cozidas no vapor, mas comercialmente são chamadas de cruas.


Fonte:

Fonte: Viva Rituaali e Tempero Alternativo